segunda-feira, 25 de abril de 2011

(RE)Nova Vida

Estava em um momento eufórico da minha vida profissional, trabalhando em duas instituições de saúde de Porto Alegre, ganhando um ótimo salário, desenvolvendo todo o meu potencial técnico-científico, com grana pra pagar minhas contas, adquirir algus bens e gastar em bobagens.


Duas instituições privadas que vendem saúde, uma delas a melhor de Porto Alegre e uma das maiores da América Latina. A outra telvez seja uma das mais pobres que sobrevive a trancos e barrancos com a boa vontade dos funcionarios que nela trabalham.


Vinha cansado, exausto pela dupla jornada diária, sem um final de semana inteiro livre, sendo jogado de um horário pra outro sem ter escolha, com cobranças absurdas que sempre procuravam um culpado e pela primeira vez na minha vida conheci na pele o significado da palavra "Bode Expiatório"... Uma empresa que tem um modelo porco de gestão, que sobrecarrega seus funcionários deixando a todos descontentes, desvalorizando o profissional de nível superior pra não ter que bater de frente com o suas decisões, que lá no fundo, sabem que são erradas.
Pois se nesse momento você se pega pensando "por isso que esse hospital ta indo pro buraco!" faço uma revelação que vai te deixar de queixo caído: Essa podridão toda acontece no hospital mais rico de Porto Alegre.


Então, após vivenciar um período ruim, onde eu me fechei pro mundo pra me dedicar a agradar o chefe, começei a me dar conta que o(a) chefe não tinha opinião própria. A chefe, na verdade, era influenciada pela trapilhagem que rodeava. Percebendo então que era gente demais pra agradar, comecei a enxergar que vivo em outro mundo...o mundo da educação, do bom caratismo, da gentileza, do bom senso, da justiça, do coleguismo, do respeito ao ser humano.


Voltei a ler as trovas dos amigos nas comunidades no orkut e percebi que deixei de praticar uma das atividades que eu mais gosto na vida que é o campismo. Percebi que deixei minha namorada de lado pra me dedicar a pessoas que não mereciam sequer minha atenção. Ora, mas que espécie de ser humano eu me tornei?


Tantas vezes conversei com colegas sobre a vida na enfermagem e 98% sempre disseram que é de abnegação, que sempre perdemos as coisas boas da vida pq estavamos dentro do hospital, que enfermagem e qualidade de vida são coisas distantes.

Não, definitivamente eu não quero perder as coisas boas da vida, ja que o mais importante eu descobri - elas não custam caro!

Ao me demitir, fiquei duplamente feliz! Primeiro eu estava voltando pra minha família. Segundo, eu vou voltar a praticar uma vida com qualidade, aproveitando tudo de forma intensa!


Conversando com uma colega hoje ela comentou que no dia em que estava de plantão o filho pequeno começou a caminhar e adivinhem: ela perdeu esse momento. Foi quando uma outra colega entrou no assunto e disse: não te chateia, tem muito mais momentos que tu não vai presenciar pra ficar no plantão!

Se desse pra ser hippie eu seria, mas no momento eu vou mesmo é ficar trabalhando no meu hospital pobrinho até ganhar na mega sena e aproveita minha Nova Vida que sempre se Renova!

Até Breve!

12 comentários:

Gustavo disse...

Parabéns pela decisão Alexandre!
Sei como é defícil tomar esse tipo de decisão, recentemente passei por algo semelhante. Mas verás que será recompensado... não com dinheiro, pelo menos não agora; mas sim com qualidade de vida, alegria por estar mais tempo ao lado das pessoas que gosta e a felicidade de poder fazer aquilo que te faz bem.
Sorte nessa nova caminhada!
Abraço

Paulo Pires disse...

Olá Alexandre. Não sei se você está lembrado de mim, deixei um comentário no seu blog há 1 ano mais ou menos, onde falava que ainda não tinha acampado e que pretendia logo estrear já que meu filho já estava com uma idade apropriada. Enfim, já estreamos, em junho do ano passado.. foi muito legal. Hoje, inclusive, tenho um blog recém inaugurado sobre campismo também. Bem, seu desabafo, se me permite dizer assim, é pertinente e também posso dizer que já passei por situação semelhante. Também sou da área de sáude, e já trabalhei numa empresa nacional que tem um nome de peso e que só de ouvir te faz pensar: competência e organização! Mas é um engano. Empresas assim, usam o funcionário o quanto podem, depois se livram dele como de um bagaço de fruta. Mas agora esperamos que tudo melhore e que você tenha tempo para acampar e trazer novidades aqui no seu blog, pois sentimos falta de suas postagens.
Um forte abraço, Paulo.

Podinha Camping Club disse...

Olá Alexandre.
Sabemos bem o quanto é difícil tomar uma decisão dessas.
Também sou da área da saúde (fisioterapeuta) e sei bem o quanto todos somos desvalorizados e abusados por empresas que deveriam "vender" melhorias na vida das pessoas, mas que ao contrário, esfolam seus funcionários ditando ritmos absurdos de trabalho e os levando a abdicar de seus momentos em família e de lazer.
É claro que a questão financeira por vezes pesa na balança, mas tenho certeza que você está em paz consigo e com seus ideais neste momento. Boa sorte nesta nova etapa e faço minhas as palavras do Paulo "...esperamos que tudo melhore e que você tenha tempo para acampar e trazer novidades aqui no seu blog, pois sentimos falta de suas postagens."
Abraços.
Camy

FK. disse...

Sábia decisão !!!

André Dalastra disse...

Ah meu camarada, que belo texto (um desabafo talvez?)lendo pensei na vida....vamos viver mais....


André

Alexandre disse...

Mas que barbaridade!!! Coisa bem boa ler todas essas mensagens aí gurizada! Firmo o compromisso aqui de me acabar de tanto montar e desmontar acampamentos e trazer de tudo um pouco pra vcs, sócios e amigos meus e do Barraca & Chimarrão!

Grande Abraço!

O Campista disse...

Grande Alexandre, desejo-te muito boa sorte nessa nova etapa - e vamos colocar a barraca para sentir o ar puro dos campos gaúchos, bem acompanhado, é claro, rsrs.
Um abraço.

Barraca Voadora disse...

Estamos juntos com o pessoal...
Na vida as vezes somos tentados a não querer enxergar as coisas como elas são...
Ficamos sempre querendo agradar pessoas que muitas vezes não merecem...
e esquecemos dos amigos, família e tudo mais...
Viva a vida!!!
Parabéns pela decisão

Voadores

Fabiano disse...

Grande Enfermeiro! Isso! Não se permita pertencer à um time que ao chegar aos 50 anos, sabe muito de patologias, pouco de humanidade e nada, ou quase nada dos acontecimentos da sua vida familiar! Lute todos os dias, faça a diferença e honre o desenho estampado definitivamente em seu braço direito. Obs: Tô falando do leão e não do tribalzinho cachorro! eheheheheheh
Abração.
Fabiano.

Alexandre disse...

Mazzááá!!! É isso aí gurizada, saúde e paz. To encontrando isso todos os dias desde que retomei minha vida!
Os comentários dos amigos são sempre muito bem-vindos e uso de estímulo pra me dar conta que não to sozinho nessa!

Dá-lhe Fabiano! Com o Dragão e o Leão, voando cada vez mais alto e rugindo cada vez mais forte!
Com certeza isso influenciou na minha decisão!

Grande Abraço!

BRUNO disse...

Boa noite, brother tem como me passar algumas informações sobre são lourenço do sul?
tipo, qual valor do camping que vc ficou, pelo que vi na internet so tem um camping é verdade:?
O camping possui energia? as pessoas acampam em qualquer local ou em área reservadas, carro fica próximo da barraca. se pdoeres me mandar por email
bsaldanha@gmail.com

elizandro AGuiar disse...

Alexandre,como vc sou de porto alegre e tbm um aficionado por camping,e fiquei simplesmente eufórico com a barraca Quechua T6.2 XL AIR por favor me ajude, informando onde posso adquiri-la .Certo de sua atenção Elizandro Aguiar
elizandroaguiar@terra.com.br